PORTO DE GALINHAS

1/4
Quando Ir?
Para delírio dos viajantes, o calor típico do Nordeste brasileiro está presente o ano todo em Porto de Galinhas e por isso o lugar nunca fica completamente vazio. O clima, entretanto, sofre variações com o passar das estações e fica chuvoso no inverno. A média anual de temperatura dessa região está na casa dos 26ºC, garantindo que a água do mar esteja morna durante todo o ano, sempre agradável para um mergulho. 
 
Verão em Porto de Galinhas é sinônimo de alta temporada, preços altos, pousadas lotadas, praias cheias e muito (muito) calor! O verão é o período mais seco, com temperaturas que passam facilmente dos 30ºC. No inverno, chuvoso, com preços mais atrativos e praias mais vazias, a temperatura não cai de forma abrupta e fica em torno dos 24ºC. 
 
Do ponto de vista climático, evite viajar entre abril e agosto, por causa das chuvas - mas lembre que o tempo é inconstante e, mesmo durante uma viagem nesse período, bons dias de sol podem acontecer. Esse período é o ideal para conseguir boas ofertas de hospedagem exatamente pelo risco das condições climáticas. 
 
Entre a segunda metade de dezembro e o Carnaval, Porto de Galinhas fica disputadíssimo e recebe seu maior público, refletindo em preços exorbitantes nas pousadas e nos hotéis. Para fugir dos preços altos sem correr o risco de viajar na estação chuvosa, recomendamos viajar nos meses de março (após o Carnaval), em setembro, outubro e novembro.
O que Fazer?
Porto de Galinhas é um destino voltado para o mar e, se você pensa em conhecer o lugar, já prepare a roupa de banho. As águas mornas e cristalinas recheadas de piscinas naturais formadas pela baixa da maré são o destaque da região, que está no topo da lista dos destinos turísticos mais procurados do Brasil. 
 
A programação dos viajantes é, normalmente, dedicada às praias e aos passeios. Se tiver pouco tempo e quiser conhecer o essencial, não deixe de caminhar a pé pela vila, fazer o passeio de jangada que leva às piscinas naturais e curtir um mergulho entre os peixinhos. Inclua, também, no roteiro, um passeio de buggy pelo litoral, que pode permitir um mergulho em Muro Alto e um passeio pelo Pontal de Maracaípe, onde se pode admirar os cavalos-marinhos. 
 
Durante a viagem, se dê ao luxo de experimentar pequenos prazeres como uma caminhada na areia, sentar-se em praias de pouco movimento e curtir a brisa fresca que vem do mar. Se estiver num resort, com todo o conforto possível, entendemos a dificuldade de sair do lugar para explorar a região, mas não deixe de fazê-lo: Porto não se resume a hotéis. 
 
Porto de Galinhas é conhecido pela beleza natural, mas a presença humana tem seu espaço por ali. Uma viagem ao vilarejo é ideal para comprar artesanato pernambucano, conhecer mais a fundo a cultura do estado e, claro, e apreciar sua gastronomia. Quem quiser estender a noite encontra, ainda, lugares para dançar ou simplesmente embalar-se ao som de uma música ao vivo, com direito a um vinho.
 
O passeio de buggy em Porto de Galinhas normalmente é chamado de "ponta a ponta", por incluir em seu roteiro diversas praias do litoral do distrito.
Como Chegar?
Porto de Galinhas está a cerca de 60km do Recife e do Aeroporto de Guararapes; por ser uma região de muita visitação e relativa proximidade com a capital pernambucana, chegar ao local é simples.
 
Para quem não vive no Estado e desembarca na rodoviária ou no Aeroporto Internacional do Recife considerado um dos melhores e mais modernos aeroportos do Brasil, é preciso pensar na forma de locomoção até Porto de Galinhas. A distância entre a cidade e o destino final pode ser percorrida em carro alugado, táxi, ônibus ou transfer. 
 
Cabe ao viajante decidir a melhor forma de transporte. Se o orçamento está folgado ou se a viagem é feita em um pequeno grupo, um táxi poderá ser ideal, enquanto para aqueles que preferem economizar ou viajam sozinhos, os ônibus são a melhor saída. Confira abaixo as opções de transporte e analise qual é a melhor para o seu perfil.
 
De carro
Saindo do norte do estado, do Aeroporto do Recife ou do Recife, o principal acesso é pela BR-101, onde se pega a PE-060 até Ipojuca. A partir de Ipojuca, é preciso pegar a PE-038 até Nossa Senhora do Ó e, então, a BR-009, que passa próximo da praia de Muro Alto, Cupe e vai até o centro de Porto de Galinhas. 

 
Saindo do sul, o acesso se dá pela BR-101 e pela PE-060. 
A vantagem de alugar um táxi no próprio Aeroporto do Recife é ter liberdade para circular por Porto de Galinhas e por outras praias da região. Alugar um carro é aconselhável, principalmente, para quem se hospeda longe do centrinho da vila. 
 
De ônibus
Ônibus para Porto de Galinhas saem da frente do Aeroporto Internacional do Recife e também do TIP (rodoviária) em vários horários. Para quem quiser sair do aeroporto e pegar um ônibus, não há dificuldades, bastando deixar o terminal de desembarque e, em seguida, sair pela porta que fica próxima ao escritório de informações turísticas. É preciso esperar pelo veículo junto a um ponto de ônibus que se localiza antes da entrada do estacionamento.
 
O trajeto entre o aeroporto e Porto de Galinhas é feito em ônibus tipo executivo, pela Viação Cruzeiro, que faz várias paradas do caminho. É um meio barato entretanto, em nossa experiência, o ônibus estava cheio e não possuía ar-condicionado, o que contou como ponto negativo frente ao calor da cidade. 
 
Não há rodoviária em Porto de Galinhas e o desembarque do ônibus é feito próximo ao posto de gasolina. Converse com o motorista para saber qual é o ponto de descida mais próximo de sua pousada ou hotel.
Dicas

Infraestrutura

Pagar com cartão de crédito ou débito não é problema para quem visita Porto de Galinhas, pois diversos estabelecimentos aceitam cartões.

 

A vila de Porto de Galinhas tem caixas eletrônicos de diversos bancos e da Rede 24h, além de agência do Banco do Brasil.

Não se Esqueça

Não se esqueça de colocar na mala o protetor solar e um chapéu ou boné. O sol de Porto de Galinhas é muito forte, então tenha cuidado com as queimaduras. 

 

Alta temporada

Não é novidade que os preços de Porto de Galinhas podem ser altos, principalmente se sua viagem está marcada para a alta temporada. Fique ligado nos valores cobrados, inclusive nas areias.

 

Tábua de Marés
Ao planejar uma viagem pelo Nordeste brasileiro, é importante ficar de olho na Tábua de Marés. A tábua pode ser conferida no site da Marinha e é uma grande aliada na hora de decidir quando fazer seus passeios.
 
É ela quem indica o nível da maré e seus horários ao longo do dia, por isso acompanhá-la e entendê-la significa não cair em furadas. Viaje na maré baixa, esse é o melhor momento para conhecer Porto de Galinhas! 
As piscinas naturais de Porto de Galinhas e de outros destinos são formadas quando a maré está baixa, fato que acontece duas vezes ao dia.
 
É preciso saber que as fases da lua influenciam diretamente nas marés; portanto, nem todas as luas são bacanas para encontrar a maré baixinha. Note que, nas semanas de lua cheia e lua nova, a oscilação entre o ponto mais alto e o mais baixo da maré é maior (perto de 0.0/0.1 e 2.5), logo, as marés ficam mais rasas e mais cheias nesse período; por isso são as melhores semanas para uma viagem. 

 

Segurança

O centrinho é relativamente seguro. Claro que, como toda cidade brasileira, não é bom ficar marcando bobeira.

777 TUR: Desde 2010!!!

Faça Seu Pedido Abaixo:

AV.BARÃO DE MAUÁ, 684, 1° ANDAR - MAUÁ SÃO PAULO - 09310-000

TELEFONE: (11) 2375-7377 / (11) 2375-7477

WHATSAPP: (11) 97218-9884

E-MAIL: contato@777tur.com.br

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Google Maps - Círculo preto