PHI PHI

1/4
Quando Ir?
Na Tailândia há uma estação chuvosa e outra seca. A estação seca em Phi Phi vai de novembro a abril e a chuvosa de maio a outubro. A maior concentração de turistas é justamente na estação seca, principalmente, de dezembro a fevereiro. Como a ilha é famosa por suas festas, é na estação seca que os bares ficam mais cheios e as festas mais animadas.
 
Entretanto, esse é o período mais caro, pois os preços dos hotéis sobem. O período chuvoso é entre maio e outubro, mas não quer dizer que chova sempre. Viajei em junho, fiquei três dias em Phi Phi, depois mais três dias em Krabi e não vi nenhuma gota de chuva.
 
Contudo, a probabilidade de chover é maior. Esse é o período de baixa temporada, onde se encontram preços de hospedagens melhores! Porém, a praia de Loh Dalum, onde acontecem as festas, não fica tão cheia.
 
Não há muito o que fazer em Phi Phi; é basicamente, curtir a noite e conhecer Maya Bay. Por isso, para o básico duas noites bastam! Você chega de manhã ou de tarde, vê o pôr do sol no Mirante e curte a noite. No dia seguinte visita Maya Bay e pode curtir a noite de novo. Por isso, recomendamos que duas noites (três dias) bastam!
O que Fazer?
O destaque de Phi Phi é, sem dúvida alguma, o mar de Andaman; afinal, são cenários paradisíacos que fizeram a fama da ilha no mundo todo: água em tons de turquesa, quentinha; areias brancas; e verde em abundância. Na verdade, a ilha oferece desde praias mais calmas onde é possível relaxar bastante até as mais badaladas em que é preciso chegar cedo se a intenção for aproveitar as paisagens com alguma tranquilidade.
 
É bom lembrar que Phi Phi Don é a única ilha habitada da região. De lá é possível acessar algumas praias a pé ou de bicicleta (na ilha é possível alugar uma), mas é provável que na maior parte do tempo seja necessário alugar um taxi boat para conhecer as mais famosas.
 
Em algumas praias, como Long Beach, por exemplo, você paga THB 100 para ir e mais THB 100 para voltar (preço por pessoa), mas é preciso ficar atento, pois nem todas as praias têm taxis boats à disposição, a todo momento.
 
A dica para os que estão em grupos de mais de duas pessoas, por exemplo, é fechar um barco privativo, para passeios de 4 a 6 horas seguidas. O aluguel sai em torno de 60 USD e compensa ainda mais se o valor for dividido entre várias pessoas.
Adeptos de esportes aquáticos também vão encontrar uma grande quantidade de empresas que oferecem os mais diversos pacotes, como o snorkeling em Ko Mai Phai (ao Norte) e mergulho em áreas como Anemone Reef, Hin Bida (onde se vê muitos tubarões) e Maya bay (em Phi Phi Leh).
A Vila de Tonsai, o coração de Phi Phi Don, é mais calma durante o dia, porém, à noite, a área se transforma em um point superbadalado. Lojas/feiras de rua, bons restaurantes, bares e casas noturnas estão por todos os lados, onde só é possível transitar a pé.
 
Nessas ruas também estão barraquinhas que vendem bebidas servidas em pequenos baldes coloridos, os famosos drinques de Phi Phi, porém, é preciso ter cuidado ao escolher o local, pois há relatos do uso de bebidas falsificadas e/ou gelo contaminado, o que pode desencadear um problema sério de saúde e estragar a sua viagem. Fique atento!
Como Chegar?
Saindo de Phuket
Ferries e speed boats partem diariamente da cidade de Phuket (Porto Rassada) com destino a Phi Phi Don (Porto Tonsai), às 9h, às 14h30 e às 15h; a viagem tem duração de duas horas, em média, e a passagem pode ser comprada por meio de uma agência de turismo em Phuket com transporte da porta do hotel até o porto (THB 650) ou no próprio porto (THB 390). 
 
É bom ficar atento, pois as saídas dos barcos podem ser canceladas devido a más condições climáticas; horários e preços estão sujeitos a modificações.
Ao desembarcar em Phi Phi, o visitante vai pagar uma taxa de THB 20.
 
Saindo de Krabi
Saídas de Krabi (píer Klong Jilad) acontecem às 9h, às 13h30 e às 15h. A viagem dura uma hora e meia, em média, e a passagem pode ser comprada por meio de uma agência de turismo (THB 650) ou no próprio porto (THB 390).
 
As saídas dos barcos podem ser canceladas devido a más condições climáticas; horários e preços estão sujeitos a modificações.
Para entrar em Phi Phi, o visitante vai pagar uma taxa de THB 20.
 
Saindo de Ko Lanta
Saídas do píer de Ko Lanta às 8h e às 13h. A viagem dura 1h10min, em média, e a passagem custa THB 400.
 
As saídas dos barcos podem ser canceladas devido a más condições climáticas; horários e preços estão sujeitos a modificações.
Para entrar em Phi Phi, o visitante vai pagar uma taxa de THB 20.
Dicas
Documentação
Em razão de acordo entre o Brasil e a Tailândia, não é necessário visto para os brasileiros que desejam ingressar na Tailândia a turismo ou negócios, com permanência no país limitada a 90 dias. O passaporte deve ter pelo menos seis meses de validade.
 
Taxa de entrada
No porto de Tonsai, em Phi Phi Don, é cobrado do visitante um valor de THB 20
menos de R$ 2 como taxa para entrar na cidade. Tenha essa quantia consigo.
Dinheiro
Caixas eletrônicos estão espalhados em vários pontos de Phi Phi Don, mas não nas praias mais distantes. Cartões de crédito também são aceitos em alguns restaurantes e bares, mas, na dúvida, sempre pergunte antes. 
 
Como se locomover
A pé e de bicicleta, para os que desejam explorar os pontos de Phi Phi Don, como bares e restaurantes. Como a ilha é pequena, não é nada difícil achar esses endereços, porém é sempre bom ter em mãos um bom mapa que, em geral, é distribuído gratuitamente pelos hotéis.
 
Barco (long tail boat), se a intenção é ir a praias de Phi Phi Don um pouco distantes ou impossíveis de serem acessadas a pé, ou de Phi Phi Leh, como a famosa Maya Bay. É grande a oferta de barcos de aluguel na ilha; portanto, vale a pena pechinchar. Em geral, o aluguel de um barco por quatro horas, comportando até quatro pessoas, custa algo em torno de 60 USD a 70 USD; os taxis boats costumam cobrar THB 100 por viagem.
 
Comida de rua
Comer na rua, junto aos locais, é uma excelente maneira de conhecer melhor e explorar um destino turístico, além de ser barato. Mas é preciso ter cuidado ao optar por esse tipo de alimentação se a intenção é evitar problemas de saúde que estraguem a sua viagem.
Algumas medidas importantes:
 
- só tome água mineral engarrafada;
 
- evite o consumo de gelo;
 
- desconfie sempre de alimentos crus, como frutas, legumes/verduras, peixes especialmente se estiverem expostos;
 
- antes de comprar o alimento, observe a higiene do local e a forma de preparo (confie no seu instinto);
 
- observe também se a barraca/restaurante é frequentado por outros turistas e locais;
 
- se você sentir qualquer sintoma estranho após ingerir o alimento (como diarreia, febre etc.), procure um médico imediatamente.

777 TUR: Desde 2010!!!

Faça Seu Pedido Abaixo:

AV.BARÃO DE MAUÁ, 684, 1° ANDAR - MAUÁ SÃO PAULO - 09310-000

TELEFONE: (11) 2375-7377 / (11) 2375-7477

WHATSAPP: (11) 97218-9884

E-MAIL: contato@777tur.com.br

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Google Maps - Círculo preto