MONTREAL

1/4
Quando Ir?
Montreal é uma cidade que tem vários festivais ao longo do ano. O frio é realidade grande parte do ano e, durante no inverno, as médias de temperatura são negativas, por isso o verão é aproveitado ao máximo e é um período em que a cidade ferve de gente. Cada estação tem sua beleza e proporciona uma experiência diferente, basta escolher aquela que mais agrada a você. 
 
O inverno (dezembro a março) é marcado pelas baixas temperaturas e, nos meses mais frios do ano, a média é de -5,5ºC. Janeiro é o mês mais frio e tem média de -8,6ºC, sendo que, em dias bastante extremos, a temperatura pode ser de -40ºC. Viajando nesse período, você provavelmente irá dar uma atenção maior às atividades em locais fechados e irá aproveitar bastante a neve. Ter agasalhos que suportem as baixas temperaturas é primordial para viajar no inverno. Nesse período, acontece o festival de inverno Fête de Neiges no Parc Jean-Drapeau e o Montréal en Lumière, que mistura arte e gastronomia. 
 
Com a chegada da primavera, as temperaturas vão aumentando; em maio, Montreal já tem média de 14ºC. No verão, a cidade vive seus dias mais movimentados… E como diz uma frase popular no Canadá: “If you can’t handle me in January… You don’t deserve me in July” (Se você não consegue lidar comigo em janeiro, você não me merece em julho). No verão, as atividades ao ar livre ganham as ruas e curtir as áreas dos parques ou qualquer coisa em lugares abertos é um programa apreciado por todos. 
 
No verão (junho a setembro), as médias são de 19,5ºC, mas podem passar dos 30ºC nos dias quentes. No início do verão, acontece o Grand Prix de F1 do Canadá, em Montreal, no dia 1º de julho há festividades do Canada Day e, nessa mesma época, também acontece o International Jazz Festival, um festival que agita as noites e os dias da cidade e reúne diversos artistas. Como o verão é o período de alta temporada, procure reservar o hotel com antecededência caso planeje viajar nesse período.
 
Cada época oferece uma paisagem diferente, mas para quem não está acostumado ao frio, o inverno provavelmente será mais difícil de lidar. Para evitar temperaturas extremas, evite viajar em janeiro ou viaje na primavera ou outono. Junho, julho e agosto são os meses mais quentes e quanto mais próximo deles você viajar, mais altas serão as temperaturas que encontrará. As chuvas são bem distribuídas ao longo do ano e não há uma estação seca ou chuvosa bem definidas, mas elas ocorrem com frequência, então, um guarda-chuva ou um casaco resistente à água são bem-vindos para continuar a programação quando chover. 
 
Independentemente da época em que viaje, procure olhar a previsão do tempo nos dias anteriores à viagem e acompanhar as temperaturas, assim será mais fácil montar a mala e saber o que esperar do tempo. Colocar um casaco na mala é recomendado mesmo para quem viaja no verão, pois, mesmo nessa estação, pode fazer um pouco de frio ou vento durante a noite e a manhã.  
 
Feriados no Canadá:
1º de janeiro (New Year’s Day); Good Friday (variável); segunda-feira de Páscoa; Victoria Day (variável); 1º de julho (Canada Day); 1ª segunda-feira de setembro (Labour Day); 2ª segunda-feira de outubro (Thanksgiving Day); 11 de novembro (Remembrance Day); 25 de dezembro (Natal) e 26 de dezembro (Boxing Day). 
O que Fazer?
Montreal oferece muitas atividades para fazer e vários pontos turísticos a serem visitados. Ela é a segunda maior cidade do país e é um lugar muito querido, tanto pelos estrangeiros quanto pelos próprios canadenses. 
 
Para começar o passeio na cidade, a melhor ideia é visitar Old Montreal (Vieux Montreal em francês, ou a Velha Montreal para nós, brasileiros). Essa região antiga da cidade concentra vários pontos turísticos e é um emaranhado de vias charmosas, com edifícios antigos e de pedra, lojinhas e restaurantes com mesas na rua andar por essa região é, certamente, uma atividade imperdível na cidade. 
 
Comece o passeio visitando a basílica Notre-Dame de Montreal, um dos principais pontos turísticos da cidade. A basílica tem um altar enorme e impressionante, se você não a conhecer por dentro, o passeio não estará completo. Depois, siga caminhando pela rue (rua) St Paul, uma das mais lindinhas da cidade, cheia de lojinhas de lembranças, restaurantes e bares, e vá até a Place de Jacques Cartier, um dos points de Montreal. Nos arredores dessa praça, fica o Hôtel de Ville de Montreal, o Château Ramezay e o Old Port/Vieux-Port, mais um lugar imperdível. O antigo porto de Montreal é onde fica o Centre de Sciences, é um lugar onde ocorrem festivais e que tem um ótimo parque para fazer um piquenique nos dias quentes.
 
A partir do Old Port, você pode pegar um barquinho para ir até a Íle de Saint-Helene e Ile Notre-Dame que ficam no rio Saint Laurent. Essas ilhas são ideais para quem quer passar um dia ao ar livre, pedalar ou fazer um piquenique. Nas ilhas, ficam o Parc Jean-Drapeau, que é indicado para andar de bike, o parque de diversões La Ronde e a Biosphère, um museu sobre o meio ambiente, mudanças climáticas e suas consequências no mundo. O cassino de Montreal e o circuito Gilles Villeneuve, onde acontece o Grand Prix de F1 do Canadá, ficam na ilha Notre-Dame. 
 
Um outro ponto turístico imperdível é o Mont-Royal, um morro que oferece um vista panorâmica lindíssima da cidade e que os moradores utilizam para praticar caminhadas e corrida. É provável que a cidade se chame Montreal por causa desse morro. Também vale muito a pena conhecer a Place des Artes, coração artístico da cidade, e seus arredores, o maravilhoso mercado de comidas Jean-Talon, onde você pode experimentar frutas frescas, e o RÉSO, a cidade subterrânea de Montreal, que tem lojas, centros comerciais e está ligada ao metrô. 
 
Parque Olímpico
Construído para os jogos Olímpicos de 1976, o Parque Olímpico de Montreal rende, facilmente, um dia de passeio. Depois das competições, o lugar se tornou uma atração turística da cidade e tem pontos legais para visitar, como o estádio Olímpico, a Torre de Montreal, que é a torre inclinada mais alta do mundo, o planetário, um belíssimo jardim botânico e o Biodôme, uma atração que reproduz ecossistemas de algumas partes do mundo.
Como Chegar?
Montreal é a segunda maior cidade do Canadá e tem um dos aeroportos mais movimentados do país, porém, para quem já está em solo canadense, fazer viagens de avião nem sempre é a melhor alternativa, pois, algumas vezes, os trens e ônibus são uma maneira mais prática e barata de visitar as cidades vizinhas. Avalie qual será seu roteiro no Canadá, as distâncias dos trajetos e então decida sobre a maneira mais prática de realizar suas viagens.
 
Avião
Não há voos diretos entre o Brasil e Montreal, é necessário fazer ao menos uma conexão antes de chegar à cidade. A companhia canadense Air Canada tem voos diretos entre Guarulhos ou Rio de Janeiro até Toronto e, a partir de Toronto, você pode ir para dezenas de cidades canadenses, incluindo Montreal. Outra maneira para chegar até Montreal é voar com empresas como a United, Copa, American Airlines e Delta, cada uma fazendo conexões em seus respectivos hubs. Para quem já está no Canadá, é possível voar com empresas como a própria Air CanadaPorter e WestJet.
 
Quarto maior aeroporto em número de passageiros do país, o Montréal–Pierre Elliott Trudeau International Airport opera voos diários para diversas cidades canadenses e dos Estados Unidos, tais como Toronto, Calgary, Quebec, Vancouver, Nova York, Chicago e cidades europeias, como Paris, Londres e Amsterdã. 

Como sair do aeroporto
aeroporto internacional de Montreal está localizado a cerca de 20 km do centro da cidade. De carro, esse trajeto pode levar até 1h dependo do trânsito. Para sair do aeroporto, estão disponíveis táxis, limousines, shuttles e ônibus. Entre o aeroporto e o centro da cidade, a tarifa mínima de táxi é de $40 ou $60, de limousines. 
 
A alternativa mais econômica para esse trajeto é utilizar o ônibus 747 Express ($10) que funciona 24 e liga o aeroporto à estação central de ônibus e ao metrô (Berri-UQAM métro station), a partir desse ponto, você pode acessar toda a cidade com o transporte público. A passagem de ônibus pode ser comprada em máquinas de autoatendimento na área de chegadas internacionais do aeroporto ou no próprio ônibus (nesse caso, só é aceito o dinheiro exato da passagem em moedas); ao comprá-la, você tem direito ao uso do transporte público na cidade por 24h, incluindo ônibus e metrô. 
 
Para quem chega em Montreal através do aeroporto, mas na verdade pretende viajar a outra localidade da província de Quebec que não seja a cidade de Montreal, saem do aeroporto ônibus para cidades vizinhas. Verifique os trajetos disponíveis através dos sites das empresas de ônibus, como Greyhound e Orleans. 

Trem
Os trens da VIA Rail podem ser uma boa opção para viajar por via terrestre pelo Canadá. Essa alternativa é interessante especialmente para viajar entre destinos como Toronto, Ottawa e a cidade de Quebec. A principal estação de trens de Montreal fica localizada no centro da cidade e certamente sua localização é mais central do que o aeroporto. 
 
Nossa sugestão é ficar de olho nas passagens de ônibus e trem, ver os horários de ambos os meios de transporte, o tempo de duração das viagens e então decidir qual vale mais a pena no seu caso. 

Ônibus 
Empresas de ônibus como a Greyhound e Orléans Express fazem trajetos para cidades vizinhas de Montreal. As estradas no Canadá costumam estar em boas condições para viagens e os ônibus geralmente são confortáveis, com wi-fi gratuito e até tomadas em alguns deles.
 
Vale sempre a pena ficar de olho e comparar o valor e tempo de deslocamento gasto nas viagens de trem e de ônibus. Em determinadas situações, o trajeto de trem dura quase o mesmo tempo do que o trajeto de ônibus, mas o ônibus é consideravelmente mais barato e, portanto, mais vantajoso para a maioria das pessoas. 

Carro
Viajar de carro pelas principais cidades da costa leste do Canadá é um roteiro bastante comum. São cerca de 250 km entre Montreal e Ottawa através da Trans-Canada/Hwy 20 e cerca de 200vkm entre Montreal e a capital federal Ottawa, através da Trans-Canada/Hwy 40.
Dicas
Documentação
Para ir ao Canadá, é necessário um passaporte e visto válido condizente com o propósito da viagem. O visto para turistas pode ser obtido online e é um pouquinho burocrático, mas completamente possível de ser feito por você mesmo.
 
Lembre-se de que se você viaja ao Canadá passando por um terceiro país, além das regras de imigração local, você deve se atentar às regras de imigração no local de conexão. Fazendo conexão nos Estados Unidos, você precisará também do visto estadunidense.
 
 A CNH brasileira pode ser utilizada para digirir em Quebec, e a PID (permissão internacional para digirir) não é considerada obrigatória, mas pode facilitar eventuais problemas que você tenha no país. 
 
Saúde
Seguro de saúde é de fundamental importância para uma viagem international. Não deixe de fazer um antes de embarcar.
 
 Não são necessárias vacinas para visitar o Canadá.
 
Idioma
As línguas oficiais no Canadá são inglês e francês. Montreal é uma cidade da província francesa de Quebec e a maioria das pessoas na cidade tem o francês como primeira língua. Muitas pessoas são bilíngues e também falam inglês, mas você perceberá que, entre si, os moradores da cidade falam francês. Pessoas ligadas ao turismo geralmente falam as duas línguas. 
 
Moeda
A moeda oficial do Canadá é o dólar canadense (CAD), representado por $ ou C$. Ela é a moeda utilizada no país e a que você deve ter em mãos para fazer suas compras. O dólar canadense tem notas de plástico de 5, 10, 20, 50 e 100 dólares e moedas de 5, 10, 25 e 50 centavos, 1 e 2 dólares. 
Em relação ao real, o dólar canadense tem uma cotação inferior ao dólar americano e em tempos de dólar americano alto, pode ser uma boa alternativa fazer compras no país. 
 
Horário
O fuso horário padrão de Montreal é o UTC -5; no verão, a cidade incorpora o horário de verão (UTC -4).
Tomada
A rede elétrica no Canadá é de 120V/60Hz. As tomadas são de dois tipos: dois pinos chatos ou, às vezes, de dois pinos chatos e um pino redondo (que funcionam tranquilamente em aparelhos em que o encaixe é de apenas dois pinos chatos).
 
Frio
Casaco é um item que deve estar na sua mala independentemente do mês da viagem. Faz calor em Montreal durante o verão, mas durante a noite pode esfriar e, se estiver ventando, você pode sentir frio. No inverno, o frio é extremo e, em alguns dias, as temperaturas atingem 40 graus negativos; se viajar nesse período, leve roupas para inverno pesado e calçado para neve, que oferecem maior aderência e permitem caminhar com mais tranquilidade. Luvas, cachecol, segunda pele e outros artigos de roupas de frio também são essenciais para enfrentar o rigoroso inverno da cidade.
Segurança
Montreal é uma cidade segura e que tem muito menos criminalidade do que as cidades brasileiras, por isso não tenha medo de caminhar pelas ruas, mesmo à noite. Ainda assim, evite deixar seus pertences sem vigilância ou andar em locais muito isolados durante a madrugada... Um pouco de cuidado nunca é demais.

777 TUR: Desde 2010!!!

Faça Seu Pedido Abaixo:

AV.BARÃO DE MAUÁ, 684, 1° ANDAR - MAUÁ SÃO PAULO - 09310-000

TELEFONE: (11) 2375-7377 / (11) 2375-7477

WHATSAPP: (11) 97218-9884

E-MAIL: contato@777tur.com.br

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Google Maps - Círculo preto