HANÓI

1/4
Quando Ir?
O clima no Vietnã pode variar bastante de uma região para outra e é bom ficar bem atento antes de decidir a melhor época para visitar o país. Abril, maio, novembro e dezembro costumam ser excelentes meses para quem deseja aproveitar a capital, Hanói, e também os arredores.
 
Nesse período, a incidência de céu claro é maior; além disso, as chuvas são mais escassas e o calor não é tão forte quanto na época do verão (durante os meses de junho, julho e agosto).
 
O que levar na mala
Roupas leves e sapatos confortáveis, como tênis, tanto para a capital (onde se anda muito a pé) quanto para regiões como a de Sapa, cheia de trilhas.
 
Os aventureiros de Sapa também não podem se esquecer de levar alguns artefatos específicos, como mochila, filtro solar, repelente de insetos, boné ou chapéu para se proteger do sol, além de casaco para o frio que faz na região montanhosa (principalmente no período noturno).
 
Quem for a Ha Long bay deve levar roupas bem leves, roupas de banho e bastante filtro solar. 
O que Fazer?
Hanói é um excelente ponto de partida para destinos famosos do Vietnã, a exemplo de Ha Long Bay e Sapa, mas, ao contrário do que muita gente pensa, o destino também merece atenção especial do visitante, pois reúne atrações turísticas diversas, como museus, teatros (onde são realizados os tradicionais shows de bonecos na água), restaurantes, barracas que vendem comida de rua e muitas lojas.
 
Não seria exagero dizer que a maioria das atrações se concentra no chamado Bairro Antigo (ou muito próximas a ele), uma região simplesmente deliciosa para ser explorada a pé, de canto a canto. São ruas extremamente vibrantes, com comércio forte, onde é possível pechinchar bastante, mas falar das ruas de Hanói sem mencionar a grande quantidade de motocicletas nas vias e a poluição causada pela emissão de gases seria uma utopia.
 
Alguns semáforos até existem, mas, em geral, são pouco respeitados. A dica para os que estarão na cidade pela primeira vez e terão que atravessar as ruas, portanto, é fazer contato visual com os motociclistas e seguir em frente, jamais voltando para trás, e parando sempre que necessário.
 
Isso porque os condutores raramente param para o pedestre, mas apenas desviam dele lembrando que atravessar a via na companhia de outras pessoas é bem melhor do que sozinho.
 
Compras
Nas rua de Hanói vende-se de tudo um pouco: roupas, sapatos, acessórios e suvenires como camisetas, o tradicional chapéu cônico vietnamita e as curiosas garrafas de bebidas destiladas, contendo animais como escorpiões e cobras. Pechinchar é algo bem comum na área do Old Quarter, até porque boa parte dos vendedores dominam bem o inglês quando uma possível venda está em jogo.
Como Chegar?
De avião
Não há voos diretos das principais capitais brasileiras para Hanói, mas voos com conexões em cidades como: Joanesburgo, na África do Sul (South African Airlines); e Doha, no Qatar (Qatar Airways). Em geral, a chegada à Ásia acontece em grandes hubs do continente, como Bangkok, na Tailândia, ou Hong Kong, na China.
Quem já estiver no continente asiático pode voar direto de várias localidades, a exemplo de Bangkok (Qatar Airways, Vietnam Airways e Thai) e Ho Chi Minh (Jetstar e Vietnam Airlines). É a maneira mais rápida de acessar a capital do Vietnã; além disso, as passagens não costumam ser caras.
 
De ônibus
Pode ser uma boa opção para os que desejam economizar bastante e também para os que estão com tempo de sobra. Hanói tem três estações de ônibus, nas quais é preciso ficar atento a alguns golpes. Na estação Loung Yen, por exemplo, chegam/partem ônibus de localidades no Vietnã como Hué, Nha Trang e Ninh Binh. Gia Lam é a estação de onde partem e chegam ônibus provenientes de Lao Cai (onde está Sapa) e da cidade de Halong.
 
A melhor forma de sair dessas estações, em direção ao centro da cidade, é de táxi, mas é bom ficar atento aos valores cobrados, pois os taxistas de Hanói não gostam de usar o taxímetro, forçando o passageiro a negociar o preço da corrida.
 
De trem
Ga Ha Noi é a principal estação ferroviária da cidade, de onde partem e chegam trens de localidades como Lao Cai, ponto de partida para a famosa região montanhosa de Sapa, e também da China.
 
Saindo do Aeroporto Internacional de Hanói
 
Táxi
Pode ser contratado no hall de desembarque do aeroporto; a viagem até o centro da cidade custa em torno de VND 350.000 (18 USD) carros pequenos e VND 380.000 (20 USD) veículos maiores. A viagem dura 30 minutos, em média.
 
Miniônibus
Os miniônibus fazem o transporte de passageiros do aeroporto até o hotel. A viagem custa VND 42.000 (2 USD) para endereços no centro e 4 USD para os mais distantes. Outro detalhe: os ônibus só deixam o aeroporto com lotação máxima.
 
Transfer do hotel
Muitos hotéis de Hanói oferecem o serviço de transfer privado, ou seja, no momento do desembarque haverá um motorista exclusivo, segurando uma plaquinha com o nome do hóspede. Para contratar o serviço que pode ser gratuito ou cobrado (algo em torno de 20 USD /VND 400.000) , contacte o seu hotel por e-mail ou telefone.
Dicas
Documentação
Brasileiros necessitam de visto de entrada no Vietnã e o mais indicado é obter esse documento na Embaixada, em Brasília principalmente se a sua entrada for por terra. Se a sua entrada no país for feita por algum dos aeroportos, há uma segunda opção: o Visa on Arrival. 
Segurança
Em geral, Hanói costuma ser uma cidade segura para turistas, porém é bom não relaxar demais ao andar nas ruas muito tarde da noite e também ao exibir bens materiais como máquinas fotográficas e celulares a qualquer hora do dia. Todo cuidado é pouco, também, com mochilas e bolsas.
Comida de rua
Comer na rua, junto aos locais, é uma excelente maneira de conhecer melhor e explorar um destino turístico, além de ser barato. Porém, é preciso ter cuidado ao optar por esse tipo de alimentação se a intenção for evitar problemas de saúde que estraguem a sua viagem. Algumas medidas importantes:
 
- só tome água mineral engarrafada; 
 
- evite o consumo de gelo;
 
- desconfie sempre de alimentos crus, como frutas, legumes/verduras, peixes especialmente se estiverem expostos;
 
- antes de comprar o alimento, observe a higiene do local e a forma de preparo (confie no seu instinto!);
 
- observe também se a barraca/restaurante é frequentado por outros turistas e locais;
 
- se você sentir qualquer sintoma estranho após ingerir o alimento, como diarreia, febre etc, procure um médico imediatamente.

777 TUR: Desde 2010!!!

Faça Seu Pedido Abaixo:

AV.BARÃO DE MAUÁ, 684, 1° ANDAR - MAUÁ SÃO PAULO - 09310-000

TELEFONE: (11) 2375-7377 / (11) 2375-7477

WHATSAPP: (11) 97218-9884

E-MAIL: contato@777tur.com.br

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Google Maps - Círculo preto